Jogos Apps Android Gratuitos

34 Apps de jogos fantásticos temporariamente gratuitos para Android

São centenas de milhares de jogos e apps disponíveis na Play Store, com opções pagas e gratuitas à disposição dos usuários de Android. Você já deve saber que, todo dia, desenvolvedores oferecem suas criações geralmente pagas de maneira gratuita para o público.

Nesta terça-feira (16), selecionamos 34 opções entre apps, jogos e pacotes de ícones para aprimorar a sua experiência no sistema do Google.

Confira a lista aqui embaixo e lembre-se que as ofertas são por tempo limitado, então é melhor ser rápido.

Jogos

Apps

Pacotes de ícones

Qual seus favoritos da lista de hoje? Diga aí embaixo, nos comentários. A próxima lista atualizada sai na sexta-feira (19), então, fique ligado.

Fonte de Pesquisa Blog de Notícias: Canaltech/https://canaltech.com.br/

Novas Atualizações do (Caixa Tem)

Caixa pede para usuários do Caixa Tem atualizarem dados cadastrais

A Caixa emitiu um comunicado solicitando aos usuários do aplicativo CAIXA Tem para atualizarem seus dados cadastrais até o fim deste mês. Segundo o banco, a ação tem o objetivo de oferecer mais “segurança, vantagens e praticidade aos clientes”. A atualização será feita totalmente pelo app no celular, não havendo necessidade de se dirigir a agências da instituição bancária. 

Caixa Tem: como atualizar os dados cadastrais

A atualização segue um calendário de acordo com o mês de nascimento de cada pessoa, separados em intervalos de dois dias. A partir de 14 de março, cidadãos nascidos em janeiro podem fazer a alteração. Em seguida, nascidos no mês de fevereiro podem acessar o recurso a partir do dia 16.

Saiba como atualizar seus dados cadastrais seguindo o passo a passo na matéria abaixo:

O banco explicou que a atualização cadastral será feita com base no mês de nascimento dos clientes. Desde ontem (14), o processo iniciou com os usuários nascidos em no mês de janeiro. Após o dia 16, devem submeter os dados quem nasceu em fevereiro. A sequência prosseguirá de dois em dois dias para cada mês até o dia 31 de março, quando termina o recadastramento com usuários nascidos em dezembro. Confira a seguir o cronograma completo:

(Imagem: Divulgação/Caixa)

O que precisa ser feito?

É necessário manter os dados em dia para evitar problemas com o pagamento do Auxílio Emergencial e benefícios sociais do governo. Os dados do usuário ficam armazendos nos servidores da Caixa e só podem ser acessados por profissionais autorizados do banco.

O usuário do Caixa Tem deve abrir o aplicativo no seu celular e fazer o login na conta normalmente. Para realizar a atualização, precisa acessar o tópico “Atualize seu cadastro” e enviar a documentação solicitada: foto (selfie tirada com a própria câmera do seu aparelho) e documentos pessoais (RG, CPF e comprovante de endereço).

O que é o Caixa Tem

A Caixa desenvolveu o aplicativo CAIXA Tem para pessoas de baixa renda e beneficiários de programas sociais do governo, como o Bolsa Família. No entanto, a plataforma também é a principal plataforma para quem recebe o Auxílio Emergencial. É o aplicativo que possibilita a movimentação da quantia depositada através da Poupança Social Digital — uma das possibilidades para o recebimento do benefício destinado a quem não possui conta bancária.

Fonte de Pesquisa Blog de Notícias: Canaltech/https://canaltech.com.br/

Aplicativos de Relacionamento

Mercado de apps de relacionamento pode atingir US$ 8,4 bilhões até 2024

Plataforma global de análise de marketing de aplicativos, a Adjust publicou um guia com dados interessantes sobre o setor de apps de relacionamento. Segundo o documento, este mercado tem projeções de gerar mais de US$ 8,4 bilhões em receitas até 2024. 

O estudo – que leva o nome de Guia para o Marketing de Aplicativos de Relacionamento 2021 – aponta também outros dados desta modalidade de apps: segundo os dados, 48% das pessoas entre 18 e 29 anos afirmam ter utilizado um aplicativo ou um site para conhecer outras pessoas; além disso, o sábado é o dia de maior movimento, tanto em instalações (7.73%), quanto de uso (3.94%). E os europeus são aqueles que mais gastam mais tempo nos aplicativos (pouco mais de sete minutos, em média) , enquanto os usuários norte-americanos gastam seis minutos e 22 segundos, seguidos pelos asiáticos, que navegam em aplicativos do gênero por cinco minutos e meio – esses dados são verificados após 30 dias de instalação do app.

Para os aplicativos de namoro, a duração das sessões atinge níveis elevados nos primeiros momentos, o que sugere que os usuários baixam o aplicativo e imediatamente começam a procurar parceiros em potencial, gastando, cerca de, dez minutos em apps do gênero. No entanto, o entusiasmo inicial rapidamente diminui e as sessões começam a ser reduzidas para uma média de seis minutos no final do mês.

Bots e contas falsas

Pesquisa realizada pela consultoria Business of Apps, especializada em aplicativos, aponta que mais de 270 milhões de pessoas adultas do mundo todo usaram aplicativos de relacionamento em 2020, quase o dobro em relação há cinco anos. 

Nesse cenário, o guia da Adjust analisa como os aplicativos de relacionamento estão crescendo ao redor do mundo, e revela como as empresas do setor engajam seus usuários. Além dos insights citados acima, há dicas para evitar que as experiências dos clientes sejam arruinadas por contas falsas. A segurança dentro dos aplicativos de relacionamento é uma preocupação das empresas, já que só em 2019, o FBI recebeu mais de 467 mil denúncias de cibercrimes que causaram perdas superiores a US$ 3,5 bilhões.

Outra informação relevante do estudo é que um dos maiores riscos para a reputação desse tipo de aplicativo é a presença de bots na plataforma. O Unbotify, solução anti-bot da Adjust, descobriu que, como as ações dos bots são automáticas, eles ficam ativos por períodos mais longos e podem causar danos consideráveis ​​ao interagir com muitos outros usuários. Os dados do Unbotify mostram que os bots podem interagir com até 4.000 perfis em uma sessão.

“Contas falsas são geradas automaticamente e em grande escala, e muitas vezes são usadas para distribuir links indesejados para sites ilegais e isso pode destruir a experiência do usuário em aplicativos de namoro”, pontua Guilherme Kapos, Diretor de Vendas LATAM na Adjust.

Fonte de Pesquisa Blog de Notícias: Canaltech/https://canaltech.com.br/